Tipos de pele e suas características

Atualizado: Mai 6

Sabemos que o primeiro passo para oferecer um tratamento facial eficaz ao seu cliente é descobrir quais são as principais características de sua pele para identificar o tipo de pele da maneira correta.


Pensando nisso, convidamos a esteticista Carol Caldas para aprofundar esse assunto conosco. 👏


Os diferentes tipos de pele carregam características específicas, como: opacidade, textura, e outros. Sendo assim, cada um deles possuem necessidades e dificuldades distintas.


Mas como identificar esses aspectos e garantir que seu tratamento de pele seja realmente eficaz? Calma!


Vem comigo que vou te contar mais sobre cada um deles. 💁


Pele Seca


A pele seca possui grande deficiência de água e sebo, por isso, possui uma aparência opaca e sem viço. Normalmente esse tipo de pele apresenta sensibilidade e descamação, e tem tendência a rugas precoces.


O ideal é indicar o tipo correto de home care, um que contenha uma rotina diária de limpeza com produtos adequados para pele seca e um hidratante mais potente que pode ter como veículo o óleo. A pele seca necessita de mais atenção diária no quesito hidratação para se manter saudável.


Para esse tipo de pele é importante ter muito cuidado com a escolha dos tratamentos, como por exemplo os peelings, pois é uma pele sensível que não aceitará bem alguns tipos de tratamento.


Pele Mista


Normalmente apresenta oleosidade na zona T e aspecto seco ou normal nas bochechas e extremidades do rosto, gerando mais trabalho na hora de cuidar sendo necessário bastante atenção ao escolher os produtos corretamente.


Esse tipo de pele quando cuidada incorretamente pode apresentar problemas específicos em parte diferentes da face, como por exemplo, acne na zona T e poros dilatados e ressecamento excessivo nas bochechas e extremidades.


O ideal é utilizar os produtos com veículo gel para limpeza e evitar o uso de produtos extremos, como por exemplo produtos direcionados para peles oleosas ou para pele seca, para não irritar a pele. Se necessário, utilizar produtos de oil control somente na zona t.


Pele Normal


Possui textura suave e agradável, tem aparência viçosa, não tem os poros abertos e os níveis de água e óleo são equilibrados, e por isso, dificilmente ela fica oleosa ou ressecada, porém, demanda o mesmo nível cuidado dos outros.


Para esse tipo de pele pode ser utilizado vários tipos de tratamentos, já que não há muitas restrições. Aceita bem os peelings, o que ajuda nas limpezas de pele e na hidratação e deve ser indicado um home care ideal para pele normal.


Pele Oleosa


Muito comum em países tropicais, esse tipo de pele apresenta excesso de sebo deixando uma sensação sempre pegajosa. A pele fica oleosa pelo grande trabalho das glândulas sebáceas. Esse excesso de sebo produzido pode acontecer por diversos motivos, como poluição, pele desidratada, hormônios e etc. Tende a ser acneica, apresenta a superfície mais espessa e os poros dilatados, principalmente na zona T.


Esse tipo de pele exige o uso de produtos oil free, mas sempre tomando cuidado de não retirar em excesso a oleosidade para não causar o efeito rebote (produção de sebo excessiva em resposta a agressão feita).


Pele Sensível


A pele sensível não é exatamente um “tipo de pele”, mas sim uma condição. A pele sensível pode apresentar reações ao entrar em contato com determinadas substâncias, entre essas reações estão coceira, vermelhidão, descamação, e em casos mais graves podem aparecer algumas pequenas feridas.


Normalmente, quem tem pele seca, tende a ser sensível, porém, essa condição pode se manifestar em qualquer outro tipo de pele; ás vezes devido a algum tratamento que fragilize a pele, algum produto sendo usado incorretamente ou até mesmo algum nível de intolerância alérgica.


gif

📌 Para mais conteúdos do mundo da beleza, saúde e estética como esse, assine a newsletter do Blog Med Sam e siga @carolcaldas.estetica no Instagram.

232 visualizações