Por que trabalhar com a Alta Frequência na estética?

Por ser altamente prático e versátil, o tratamento com o alta frequência é indispensável em qualquer clínica de estética.



Na limpeza de pele, por exemplo, esse tratamento é fundamental para finalização, além de outros tratamentos, como ativação do couro cabeludo, cauterização de regiões específicas, depilação e outros.


O que é a alta frequência?


Os eletrodos de vidro usados para esse tratamento possuem uma placa de comando eletrônico que ao receber energia, passa a corrente para uma bobina que fica localizada no eletrodo.


Essa bobina transforma a energia acionando o gás interno que é o meio condutor do estímulo elétrico, emitindo uma corrente alternada de frequência alta indicada para uma série de disfunções.


Benefícios da alta frequência


✅ Efeito vasodilatador;

✅ Bactericida e fungicida;

✅ Melhora a oxigenação da pele;

✅ Efeito cauterizador e cicatrizador;

✅ Auxilia no aumento do metabolismo;

✅ Melhora da oxigenação celular e circulação sanguínea.


Principais eletrodos


Cauterizador: Indicado para tratamentos voltados à cauterização de pequenas lesões de pele, em especial em casos de faiscamento direto para homeostasia de acnes.


Saturador: Esse eletrodo é utilizado em faiscamento indireto. Ele aumenta a vascularização da pele e aumenta a permeação de ativos, por isso, costuma ser aplicado com óleos e cremes nutrientes.

Forquilha: Devido ao formato, esse eletrodo costuma ser utilizado no pós depilação de coxa e após o barbear do rosto, além de outras áreas como axila e pescoço.


Pente: Como o nome já indica, esse eletrodo é comum no tratamento capilar, auxiliando na estimulação dos vasos capilares, irrigando os bulbos e a raiz do cabelo.


Cebolinha: Indicado para regiões menores e com superfícies “disformes”. Como por exemplo: contorno do nariz ou da boca, orelhas e contorno de Olho.


Cebolão: Geralmente utilizado em regiões grandes e de superfícies mais “planas”. Como por exemplo: Pernas, colo, abdômen e algumas regiões do rosto.


Contraindicações 🚨


Assim como qualquer outro tratamento, a terapia combinada também tem as suas contraindicações, como por exemplo:


- Não realizar o procedimento em áreas úmidas e/ou com produtos que contenham substâncias inflamáveis;

- Regiões com próteses metálicas;

- Portadores de marca-passo ou com qualquer outro dispositivo eletrônico implantado;

- Gestantes;

- Pacientes com câncer ou em tratamentos de radioterapia e quimioterapia;


179 visualizações

Preencha com seu melhor e-mail e seja a primeira

a receber novidades e promoções...

Siga as redes sociais da Med Sam...

© 2018 MED SAM. Todos os direitos reservados.